quinta-feira, 7 de julho de 2011

Não tenha medo de assumir seus medos

Após atender clientes com um enfoque emocional no medo, chegando a ter repercussões graves no físico, este fator me inspirou a escrever este texto sobre o assunto, bem pontual, pois estamos no inverno e segundo a Medicina Tradicional Chinesa, este é o ciclo do elemento água que trata sobre tudo isso.
Para quem nunca leu nada sobre o assunto vale abrir um parêntese (A Medicina Tradicional Chinesa possui a Teoria dos Cinco Elementos, um deles é a Água, que tem como estação o inverno, rege no nosso físico os rins, a bexiga, os ossos e medulas, e no emocional o medo).
Os Rins são órgãos filtradores, mas não é só isso, eles são muito mais importantes do que imaginamos... o estado dos nossos ossos depende da energia dos Rins. Problemas nos ossos são distúrbios da água, até os dentes estão dentro do conceito "össo" e pertence à esfera da água ou seja, sob a energia dos Rins. E não para por aí, a maturação dos órgãos sexuais dependem fundamentalmente da energia dos Rins, assim como eles são responsáveis pelo desenvolvimento do sistema nervoso e da audição. Os Rins formam o sangue nas medulas, nutre o cérebro e têm a função de recordar e concentrar a atenção. Todo trabalho intelectual possui relação com a energia dos Rins. A energia influencia também os cabelos e as sobrancelhas. As condições dos Rins determinam a habilidade e a capacidade de suportar a fadiga. A região lombar é o Palácio dos Rins, quando estes órgãos possuem uma energia deficiente, as primeiras manifestações são dores e moléstias lombares.
O inverno afeta o conjunto de órgãos regidos pelo elemento água: os rins, a bexiga, os ossos e os demais órgãos já mencioados. Os Rins são os órgãos nos quais descarregamos todas as nossas expectativas de vida. A emoção associada ao elemento água é o medo, que é capaz de ferir os Rins, pois tem o efeito de bloquear e suprimir a energia vital. As conseqüências do medo a nível físico são, primeiramente, problemas de estômago, surgem as úlceras devido a grande acidez dos sucos gástricos.Já o medo constante enfraquece as glândulas supra renais e diminui a quantidade de oxigênio no corpo.

Pelo sistema Chinês o fato de uma criança ter medo do escuro indica que seus rins não estão funcionando bem.Assim como, se a criança possuir os pés voltados para fora, tipo bailarina, os rins não funcionam devidamente e essa criança terá a tendência a ser medrosa.
O medo também impede o amor de chegar e é o próprio amor que ajudará a dissipar o medo. Dar e aceitar o amor ajuda a pessoa a deixar o medo de lado. O fato de superar o medo provoca um aumento de energia, porque a força vital pode fluir livremente. A qualidade de vida também melhora, fazendo com que a pessoa sinta seu próprio valor. O importante é ter coragem de encarar seus medos e usar a adrenalina extra que eles produzem para enfrentar situações amedrontadoras.

Outra característica do medo é que ele atrai negatividade e forças escuras que são reais e afetam sobremaneira as pessoas medrosas. A insônia é um sintoma bastante comum nas pessoas medrosas, porque freqüentemente estão em luta com seus medos. Pessoas que comem compulsivamente, podem fazer isso para bloquear ou impedir sentimentos desagradáveis como os medos. O problema é que a grande maioria das pessoas não admitem sentirem medos, mesmo os medos mais inofensivos podem, ao longo dos anos, causarem todos esses danos emocionais e físicos.
É também bastante comum para aqueles que têm medo, acabar pegando uma determinada doença, podendo até se contagiar, principalmente nesta época do Inverno. Esses medos acabam sendo insentivados pela mídia ou por autoridades médicas. Eles citam estatísticas sobre a incidência de várias doenças para a população e ficam advertindo o público para ficar alerta a centenas de sintomas. Isto tem levado as pessoas a não terem confiança na sua capacidade de lidar com sua própria vida e saúde, amedrontam-se e acabam adquirindo tais sintomas. 
E o medo só existem dentro da mente da pessoa, é ela quem o criou e ela terá que decidir enfrentá-lo. Ainda bem que ela tem como aliados nesta batalha, os florais que são muito úteis em ajudarem a pessoa a aprender valiosas lições a respeito do assunto, com resultados maravilhosos.

2 comentários:

  1. PLURAL DE ÓRGÃO= ÓRGÃOS.

    ResponderExcluir
  2. Adorei o texto bem esclarecedor.
    Giovana

    ResponderExcluir